Voltar

CBD pode ser opção em tratamento para artrite reumatóide

Postado em 04.13.2021
artrite-reumatoide

De origem desconhecida e caracterizada pela deterioração das articulações com o desgaste dos ossos e cartilagens, a Artrite Reumatóide é uma doença autoimune que pode ser combatida com o uso do canabidiol para reforçar o sistema imunológico e reduzir as inflamações causadas pela patologia.

Índice:
– Sintomas
– Tratamento tradicional
– Tratamento com Cannabis medicinal
– CBD: Caminho promissor
– A importância de um acompanhamento especializado

Com propriedades antiinflamatórias e analgésicas, o CBD (canabidiol), princípio ativo da Cannabis sativa, surge como alternativa de tratamento para artrite reumatóide, visando diminuir dores, inchaços e inflamações nas articulações. 

Apesar de não ter cura, existe sim tratamento para artrite reumatoide. O acompanhamento médico deve ser realizado de forma contínua, conforme o estágio e a gravidade da doença. 

Sintomas da Artrite Reumatóide

  • Rigidez matinal: Inflexibilidade de articulações ao acordar, geralmente nos dedos das mãos e de forma simétrica, ou seja, em ambos os lados do corpo
  • Artrite de três ou mais áreas: pelo menos três áreas articulares com edema de partes moles ou derrame articular, observado pelo médico
  • Artrite de articulações das mãos (punho e articulações dos dedos)
  • Artrite simétrica
  • Nódulos reumatoides
  • Aproximadamente 80% dos pacientes com artrite reumatoide possuem uma proteína circulando no sangue chamada de “fator reumatoide”, que pode ser detectada através do exame de sangue VHS ou PCR
  • À medida que a doença avança, pode haver diminuição da densidade dos ossos perto das articulações, que é denominada “desmineralização periarticular”, além de deformidades nas juntas. Essas alterações radiográficas podem ser localizadas em exames de imagem (radiografias simples, ressonância magnética e ultrassom)

Você vem sofrendo com um ou alguns desses sintomas? Faça uma consulta 100% online com um médico especializado em Cannabis medicinal clicando aqui.

Tratamento tradicional 

No tratamento para artrite reumatóide tradicional, são utilizados medicamentos que atuam para combater dores e inflamações (Paracetamol, Ibuprofeno e Diclofenaco), além dos corticoides. A contraindicação, no entanto, está nos efeitos colaterais resultantes do uso prolongado desses remédios. 

Publicado em 2017 pelo periódico científico European Heart Journal, um estudo mostrou que o uso constante do Paracetamol e do Ibuprofeno eleva em 31% o risco de ataques cardíacos em comparação àqueles que não tomam a droga. 

Os corticoides, por sua vez, acarretam uma série de reações consideradas nocivas ao organismo, como cansaço, aumento dos níveis de açúcar no sangue, redução das defesas do corpo, agitação e insônia.  

Tratamento para artrite reumatóide com Cannabis Medicinal 

Substância utilizada na regulação imunológica e inflamatória do organismo, o CBD tem sido adotado como tratamento para artrite reumatoide, sendo capaz de reduzir o impacto dos sintomas causados pela doença.

O canabidiol apresenta propriedades capazes de mitigar o sofrimento que a dor traz ao corpo e ao estado emocional de pacientes acometidos por uma série de patologias, em especial aquelas que causam dores crônicas.

Publicado em 2014, um estudo realizado pelo Instituto de Envelhecimento e Doenças Crônicas da Universidade de Liverpool comprova que, por meio do estímulo dos receptores canabinoides (dos tipos CB1 e CB2), o princípio ativo da Cannabis Sativa produz ativação suficiente para controlar processos inflamatórios. 

CBD: caminho promissor 

Diferente dos tratamentos tradicionais, a alternativa do CBD para a artrite reumatoide reúne os benefícios trazidos pelos efeitos que amenizam a dor, diminuição da carga exercida pelo processo de inflamação, e o mais importante: ausência de efeitos colaterais no médio prazo. 

Além do acompanhamento contínuo do quadro que a doença apresenta, a supervisão médica é fundamental para que haja controle sobre os sintomas, como também em relação às dosagens que devem ser tomadas, seja com remédios, seja com o canabidiol.

A importância de um acompanhamento especializado

Para garantir a eficácia de um tratamento com Cannabis medicinal, é importante contar com um minucioso acompanhamento especializado. Apesar de ainda haver poucos médicos prescritores no Brasil, já existem centros de excelência com esse foco. Um deles é a Medicina In, onde você pode realizar consultas on-line com médicos especializados que poderão avaliar seu caso. Para agendar uma consulta, acesse o site.